Historia do Centro Cultural Carioca

O sobrado da Rua do Teatro e suas varandas com vista para o Real Gabinete Português de Leitura têm muita história para contar. Funcionou na casa, entre as décadas de 30 e 60, o famoso Dancing Eldorado*, frequentado por artistas como Ciro Monteiro, Raul de Barros, Mario Lago e Elizeth Cardoso, ainda dançarina, antes de se transferir para o Dancing Avenida. E como o significado de Eldorado é terra de sonho e alegria, o Centro Cultural Carioca segue sua vocação, resgatando a vida cultural da área onde nasceram os famosos musicais do Teatro de Revista assinados por Walter Pinto e Carlos Machado.


*Os Dancings funcionavam da seguinte maneira: os cavalheiros recebiam cartelas ao chegarem. Bailavam com as dançarinas, que lhes ensinavam os segredos da dança (a entrada de moças de família não era bem vista…). Fiscais picotavam as cartelas e, ao sair, os dançarinos pagavam de acordo com a quantidade de músicas ou o tempo dançado.
Mas a história do prédio de arquitetura eclética do início do século XX não pára por aí. Foi no salão do Eldorado que o cantor Orlando Silva , então no auge de sua carreira, ouviu Carinhoso pela primeira vez, interpretada pelo próprio autor, Pixinguinha. Enlouquecido pela música, Orlando convidou João de Barros, o Braguinha, para fazer a letra. A gravação aconteceu em 1937 e assim nasceu um dos clássicos da musica brasileira.

Ricardo Dantas
Seguir

Ricardo Dantas

Redator Profissional em Centro Cultural Carioca
Me chamo Ricardo Dantas.
Sou Arquiteto e blogueiro nas horas vagas
Tenho 39 Anos e Sou casado , pai de 3 filhos
Ricardo Dantas
Seguir
Votos dos Visitantes
[Total: 1 Average: 5]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *